quinta-feira, 4 de abril de 2013

O Mundo Que Renasce



Kiara
Pietra e Kiara


Desde novembro luto para ultrapassar um sofrimento imenso, com a doença do meu irmão, que me consome todas as vezes que o vejo sofrendo e tenho consciência do  ritmo de nossas vidas. Fico deprimida , embora tente lutar contra essa impressão de fraqueza e inconstância.


No entanto, dia 28 de março tive a alegria imensa de receber minha segunda bisnetinha Kiara nesse mundo e abrir meus braços para esse ser pequenino e lindo, que começa sua vida e que será a continuação dessa família, que construí com muito amor.
E como sempre me perdi em reflexões sobre o mistério do nascimento, algo que sempre me impressionou profundamente. Isso porque nessa hora o bebê está no limiar da vida, não sabendo o que é esse oxigênio que deve lhe dar a sensação do primeiro e inexplicável sofrimento.
Depois disso vem a calma , a percepção indefinida, que está em braços protetores , mas depende da mãe intrinsecamente tal como aconteceu no útero materno quando se desenvolvia lentamente para o nascimento.
Pareceu-me também que ligada àquela criança linda e amada eu estava no lado oposto de sua posição, em termos de vida e experiência. E as lágrimas corriam com essa emoção. Meu marido e eu nos abraçamos chorando justamente porque ali era o ápice de tudo que já plantamos nessa terra abençoada.
É impossível descrever o amor que se desprende de nossas almas tal a intensidade de sua manifestação e frequência com que pensamos no instante mágico de um passado que foi vivido e que nos parece estranhamente distante e ao mesmo tempo tão perto que é quase possível tocarmos nas pessoas que já se foram e se apresentam nítidas na memória como se tivéssemos usufruindo tudo isso agora.
Enquanto escrevia este texto emocionado meu marido me chamou para apreciar o que enxergamos constantemente, mas não sabemos “vivê-lo”: O sol que de leve transmitia seus raios com a fina chuva que caía, lindo quadro verdadeiro e que um dia a pequena Kiara irá observar com alegria e acreditando na força inquestionável de um Criador.
O mundo está entregue verdadeiramente ás minhas bisnetinhas que se encarregarão, tenho certeza de colher frutos saudáveis para suas estadias nesse planeta em que temos o privilégio de viver e com isso talvez possam curtir uma terra melhor, menos agressiva, mais solidária e muito menos egoísta.
É isso que espero, minha menina, que nasceu há uma semana e já fixa os olhos ao redor como se sentisse verdadeiramente acolhida nessa fase primeira de sua existência. Que Deus a proteja!

Vânia Moreira Diniz

16 comentários:

  1. Vítor Gomes Pinto4 de abril de 2013 18:44

    Vânia,

    que mais posso fazer diante de um texto tão lindo, a não ser mandar um beijo cheio de carinho para tua Kiara e um bom e fraterno abraço a teu irmão, desejando que consiga encontrar os caminhos da cura.
    Vitor

    ResponderExcluir
  2. Deus na sua infinita misericórdia não abandona ninguém e está sempre amenizando nosso sofrimento nos trazendo paralelamente uma alegria...e foi o que aconteceu com você.Que ela continue trazendo muitas alegrias para todos vocês e lembre-se sempre que Deus está solto.Beijo grande com carinho.
    Marta

    ResponderExcluir
  3. Cinthia Kriemler4 de abril de 2013 19:00

    Vânia, que beleza de declaração poética! Como disse a sua amiga, nos emociona mesmo! O mistério e a beleza da vida, que nos deixa renascer no amanhã por meio da continuação. A alegria nas pequenas coisas, como enxergar a maravilha que se encerra num raio de sol. Decrições perfeitas. Kiara trouxe mais poesia ainda à vida de vocês!
    Cinthia

    ResponderExcluir
  4. Maria Luiza Bonini4 de abril de 2013 19:24

    Como é bom quando existe o supremo dom da leitura da vida, como se revela tão bem em seu texto, minha estima Vânia Moreira Diniz ! Beijos
    Maria Luiza

    ResponderExcluir
  5. Graças a Deus, existem esses milagres para renovar nossa fé e esperança.
    Um beijo querida
    Monica

    ResponderExcluir
  6. Efigenia Coutinho4 de abril de 2013 20:20

    Estimada e muito querida amiga Vânia, que benção linda vejo nesta foto, como Deus é bondoso, você poder segurar em seus braços uma bisneta? Isso é renascer um milhão de vezes, pois sendo apenas avó eu já me senti assim.
    Que Deus abençoe todos com todo meu afeto e carinho, desejando melhoras ao seu irmão, abraços,
    Efigenia

    ResponderExcluir
  7. Minha doce xará, me emocionei com seu belíssimo depoimento. É pura poesia, palavras que transcendem...
    Vânia

    ResponderExcluir
  8. Lindas reflexões!
    A vida segue, a vida surge e, em algum momento, se vai. O importante, é saber aproveitá-la, enquanto estamos por aqui.
    Parabéns pela bisnetinha e Deus abençoe seu irmão, trazendo-lhe a cura e paz.
    Bjs,
    Nena

    ResponderExcluir
  9. Virgínia Vicamf Momberger4 de abril de 2013 22:07

    que momento mágico Vânia Moreira Diniz querida, és privilegia por perceber com alma poética a vida, Kiara tem sorte de tê-la em sua vida. abraço e mais uma vez felicitações.
    Virgínia

    ResponderExcluir
  10. Querida amiga, ela vai ver a vida tambem com seus olhos, olhos de alma sensivel, e vai aprender o verdadeiro significado da lagrima! Que ela tenha esses avós por muitos anos a seu lado. Bjos
    Vania

    ResponderExcluir
  11. Vânia Moreira Diniz, que texto mais lindo e verdadeiro. Pode sentir a emoção do desenrolar da Vida perfeitamente, e todas as expectativas de ganhos e perdas que esta trajetória representa. Beijos!
    Guaíra

    ResponderExcluir
  12. Parabéns pelo bebe que lhe mostrou que os passos da vida são sempre os mesmos para todos, e que os momentos ruins são cobertos pelo brilho daqueles que nos dão alegria.
    Bjs.
    Paola

    ResponderExcluir
  13. Meireluce Fernandes da Silva5 de abril de 2013 15:14

    Querida Vânia,
    Belíssimo texto. Adorei. A Kiara, com certeza, dará mais brilho a esta linda família, que tanto amo.
    Recomendações ao Paulo, que tenho certeza, também é um poeta!!!
    Abraço carinhoso, amiga,
    Meire

    ResponderExcluir
  14. Cláudia Moreira Diniz5 de abril de 2013 15:15

    Muito lindo. Marina e eu adoramos.
    Elas com certeza terão ensinamentos que vcs nos passaram.
    Cláudia

    ResponderExcluir
  15. Minha querida amiga,
    não pude deixar de me emocionar profundamente e chorar ao ler o texto que é a expressão de seus , dos nossos, sentimentos como avó (que sou) e bisavó (que vc é). Você conseguiu retratar os meus pensamentos e desejos para minhas netas. Muitas vezes brinco com elas e me sinto distante e ao mesmo tempo que íntima. Amo a maneira como a Luciana, que tem 9 anos me trata. Ela não tem a menor vergonha de falar, perguntar ou fazer qualquer coisa na minha frente. Essa atitude me deixa maravilhada refletindo o imenso amor que nos une.
    Realmente vc e o Paulo são abençoados pela maravilhosa família que construíram.
    Parabéns.
    Sou fã de vocês.
    Carinho,
    Gacy

    ResponderExcluir
  16. Mônica Moreira Diniz6 de abril de 2013 09:18

    Muuuuito bom.....como tudo que expressa e escreve.....ficou lindo e concordo em tudo!!!!! parabéns...bjs
    Mônica

    ResponderExcluir

Você também poderá gostar de:
Ocorreu um erro neste gadget