sexta-feira, 3 de fevereiro de 2012

Amor Infinito


Guardo no finito dos meus pensamentos,
O infinito do seu amor, da minha paixão,
Dos sentimentos que afloram já enraizados,
Da certeza do congraçamento imutável.

Conservo no finito da minha memória,
O momento de nossa completa simbiose,
Em que a doçura do amor surgiu brilhante,
E ficou aqui sempre a viver de ti e por ti.

Cultivo no finito  dos meus pensamentos,
Cada palavra de ternura a dizer de nós,
A se cultuar para sempre em doçura,
A revelar a impetuosidade do amor infinito.

Mantenho no  meu coração incendiado,
Pela força de nossa paixão indomável,
O desejo a se desprender de mim,
A espera insuportável, mas vitoriosa.

Nutro-me da essência desse viver,
Da profundidade  do carinho infinito,
De nossos soluços a explodirem veementes,
Implorando o nosso instante ilimitado...

Misturo o finito dessa hora
Ao infinito de nosso desejo a clamar,
Reproduzindo sons na inusitada agonia da alma,
A se misturar com a louca ansiedade do corpo
Vânia Moreira Diniz

6 comentários:

  1. Olá Vânia

    Excelente poesia,

    Tem seu estilo e seu talento nela

    Parabéns

    Abraços

    ResponderExcluir
  2. Mana, que poema lindo!!!! E como é bom ver que, ao contrário de outras pessoas, que vão perdendo o romantismo e a percepção das cores da vida, você as conserva e desenvolve. Mais uma vez mana, parabéns e meu profundo reconhecimento pelo seu talento, que não canso de admirar. Beijo grande. Cris

    ResponderExcluir
  3. Clotilde Chaparro Rocha3 de fevereiro de 2012 22:58

    Maravilhoso, Vânia, maravilhoso...
    Clotilde

    ResponderExcluir
  4. Vâninha,tão lindo que chaga a doer, n. há como conter a emoção. Poetisa manamiga querida grata por tamanha emoção , arte pura encanto, suavidade que embala.
    abraços de admiração e carinho, tua virgínia vica além mar
    NHamburgo RS BR

    ResponderExcluir
  5. Olá Vânia

    É sempre um prazer lê-la!
    Maravilhosa!

    Abraços

    André

    ResponderExcluir
  6. Eliana Faro Valença7 de fevereiro de 2012 17:07

    Vâninha querida...infinita é a emoção que transborda de teus
    versos! Lindo esse amor que vibra em tua poesia!
    Que ele esteja sempre latente em teu ser provocando tua inspiração!
    Parabéns e Grata pelo presente em versos Amiga querida!

    beijinhos recheados de carinho e admiração...da Li feliz em te ler

    Jardim Cósmico
    Recanto das Letras

    ResponderExcluir

Você também poderá gostar de:
Ocorreu um erro neste gadget